NOVO ROTEIRO DE TURISMO

  A Secretaria de Estado do Turismo, Esporte e Lazer apresentou o novo site do turismo do Rio Grande do Sul, www.turismo.rs.gov.br, agora repaginado, em conjunto com o Grupo Gestor de Turismo Rural, o Guia de Turismo Rural Gaúcho.

 

familia-gaucha

 

Ele foi planejado como estratégia de incremento, comercialização e divulgação do segmento, valorizando propriedades e os modos de vida tradicionais. “O guia é um manual onde visitantes podem obter informações sobre propriedades rurais produtivas, com atendimento personalizado dos proprietários, que oferecem atividades, serviços e produtos vinculados à rotina dos estabelecimentos”, destaca o secretário Heitor Gularte.

 

No site, cada um dos 496 municípios do Rio Grande do Sul conta com informações sobre como chegar, histórico, dados gerais, calendário de eventos, gastronomia, serviços públicos, hospedagem. As diversas propriedades e roteiros rurais nas dez Regiões Turísticas do Estado, oferecem ao turista a oportunidade de provar o doce amargo do mate, a comida típica feita no fogo à lenha, o churrasco junto ao fogo de chão, e a sentar com o gaúcho na roda de chimarrão.

 

vinhedo

 

Dividido por segmentos, o turista poderá escolher entre os inúmeros atrativos do Rio Grande do sul, o que deseja fazer.

 
Caso o viajante procure por informações relacionadas à aventura ou esportes radicais, existem dados separados pelas modalidades que podem ser feitas no ar, terra e água. Mas, se sua motivação é por ecoturismo, o site dispõe de informações sobre parques, ecossistemas de fauna e flora, observação de aves, passeios de barco, enfim, tudo sobre turismo ambiental.

 

Em relação ao turismo cultural, o viajante poderá optar entre 10 regiões turísticas do Rio Grande do Sul o que gostaria de conhecer, como, por exemplo, o espetáculo de Som e Luz no Sitio Arqueológico de São Miguel das Missões. Neste segmento, também estão incluídos eventos religiosos tradicionais.

Mas, se  quiser relaxar em spas ou se procura por atrativos místicos e esotéricos, templos budistas, águas termais, hidrominerias e hidrotermais poderá escolher  o município ou região no Rio grande do sul que mais lhe agrade, inclusive através de fotos.

Se tiver procurando por sol e mar há boas opções no Litoral Norte Gaúcho e na Costa Doce; incluindo clubes náuticos, rampas e atracadouros, opções de lazer noturno, plataformas de pesca.
Mas, se quiser visitar vinícolas e degustações há um espaço chamado enoturismo detalhando rotas e roteiros, de acordo com município ou região.

 

parreiras

 

Desta forma, em suas férias o viajante vai conhecer estórias do “nonno, ouvir muita música alemã e polonesa, passear entre vinhas e vales, observar a arquitetura enxaimel, praticar esportes radicais ou apenas ter contato com uma natureza exuberante, ouvir o grito do Quero-Quero,   e saborear a culinária dos colonizadores desta terra tão rica e com tantas opções de escolha.

 

FOTOS: todas as imagens foram tiradas do site www.turismo.rs.gov.br

 

 

CUIDADOS AO VIAJAR

 

COM A SUA CASA

 

   Em primeiro lugar, não comente sua viagem perto de pessoas estranhas.

  • Se morar em casa, uma opção é contratar um caseiro de confiança,
  • Nas áreas externas não deixe ferramentas e escadas, elas podem ser usadas para arrombamentos,
  • Não deixe luzes acesas, pois, durante o dia, significam ausência de pessoas,
  • Se você tem secretária eletrônica, deixe uma mensagem com um número de telefone em que possam encontrá-lo. Isso evitará que a fita ou memória fique cheia, evidenciando ausência prolongada,
  • Em janelas grandes de vidro, é recomendado o encaixe de uma peça de madeira, principalmente se não houver grades no local. Isso evita que o vidro seja quebrado e a residência invadida,
  • Evite colocar cadeados do lado externo do portão. Isso pode chamar a atenção para sua ausência,
  • Desligue a campainha. Assim, você deixa em dúvida quem a tocar apenas para verificar se você está em casa.

Fonte: SERASA

 

CUIDADO COM O QUE COME!

 

Quem passa as férias na praia, seja ela qual for, deve tomar muito cuidado com o que come. Os petiscos fritos, sejam eles camarões, manjubinhas, ou mesmo batatas, além de acabar com todo o esforço para chegar em forma no verão, podem levar muita gente para o hospital. Há riscos significativos ainda na estrada, a caminho da praia.

 

“Uma simples parada durante a viagem pode acarretar uma infecção intestinal e acabar com toda a diversão. Principalmente quando, além de condições precárias de higiene, o alimento servido contém maionese caseira, por exemplo. Surtos de salmonelose – virose causada por uma bactéria de nome Salmonela – costumam causar diarréia, febre, vômitos e infecção intestinal”, diz o doutor João Geraldo Simões Houly, chefe da Clínica Médica do Hospital Santa Paula (SP).

 

Houly diz que o tipo de comida oferecida contém grandes quantidades de gordura e carboidratos, sem nenhum valor nutritivo. Os alimentos menos indicados e mais consumidos são as frituras, como batatas, peixes, queijos e pastéis. “Um alimento frito tem três vezes mais calorias. Para piorar a situação, o óleo utilizado costuma ser reaproveitado e faz mal à saúde”, explica o médico – que também não aprova o consumo de alimentos muito salgados: “O sal provoca retenção hídrica, comum em dias quentes. Isso pode levar à desidratação”.

 

Houly faz outro alerta: “Os turistas devem evitar ao máximo alimentos à base de aves e ovos. A maionese, ou mesmo um mousse de chocolate, pode acabar com as férias de qualquer pessoa. Nos Estados Unidos, a salmonelose é responsável por cerca de 18 mil internações ao ano. Portanto, convém escolher bem o que se vai comer”. 

 

Água de coco, picolés de frutas e raspadinha, por exemplo, são boas opções para matar a sede e manter o corpo hidratado. O milho verde também pode ser consumido, já que é rico em fibras e é uma ótima opção para driblar a fome, desde que se evite acrescentar sal ou manteiga. “O melhor mesmo é resistir a essas comidinhas e fazer uma refeição bem equilibrada e saudável depois da praia”, aconselha o médico.

 
Fonte: Dr. João Geraldo Simões Houly, Médico-Chefe do Serviço de Clínica Médica, Medicina de Urgência e Terapia Intensiva do Hospital Santa Paula (www.santapaula.com.br)

 

 

_________________________

Direitos autorais (Lei federal nº 9.610/98) - Quando da utilização de material  deste site, deve ser feita a seguinte referência: "extraído de www.idademaior.com.br"