INVERNO ATRAI MAIS DE 85 MIL

VISITANTES AO VALE DOS VINHEDOS

 

vinhedos

 

Vinho, gastronomia, hoteis e pousadas diferenciados, paisagem europeia e a expectativa da neve formam o roteiro ideal dos turistas que vêm à Serra Gaúcha neste período do ano.

 

É no período de junho a agosto que o Vale dos Vinhedos recebe o maior volume de turistas de todo ano. Atraídos pelos excelentes vinhos, por uma gastronomia diversificada e de alta qualidade e pelo aconchego e conforto dos hoteis e pousadas instalados no roteiro enoturístico mais famoso do Brasil, eles vêm de todas as partes do país, inclusive do exterior. Isso sem contar a paisagem europeia, que se transforma a cada estação, especialmente quando a neve surge e dá o seu show. A projeção do fluxo para a temporada de inverno – de junho a agosto - da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale) é de um aumento de 15% no movimento registrado no mesmo período do ano passado quando 77.318 visitantes passaram pelo Vale.

 

Conforme o presidente da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale), Aldemir Dadalt, a região é atrativa o ano inteiro, mas no inverno o movimento é ainda maior.

 

“O vinho, nosso produto maior, tem o poder de aproximar as pessoas e fazer amigos. E isso fica ainda melhor quando estamos em um ambiente natural que propicia novas experiências”, destaca. Dadalt destaca, ainda, a ampla estrutura de atendimento ao visitante que se formou em torno do enoturismo. “Hoje, o Vale dos Vinhedos dispõe de restaurantes, hoteis, pousadas, de um SPA do Vinho e, é claro, de vinícolas abertas a visitação e degustação”, relata.

 

 

                      REVITALIZAÇÃO DO CENTRO HISTÓRICO

 

monumentos-predios

 


          VAI TRATAR DO ENTORNO DE PRÉDIOS E MONUMENTOS

 

O Rio de Janeiro conta com uma força-tarefa permanente para revitalizar e fazer a manutenção das áreas públicas do centro histórico da cidade. Segundo o secretário municipal de Conservação, Carlos Osório, o Grupamento de Revitalização do Centro Histórico ficará responsável pela reforma e manutenção de pontos de luz, calçadas e ruas do entorno de edifícios e monumentos históricos.

 

A primeira tarefa do grupo é a revitalização do entorno do Museu Nacional de Belas Artes e da Biblioteca Nacional, na Cinelândia. Os trabalhos do grupamento serão complementares às obras de reforma de prédios e monumentos, como o Teatro Municipal e os Arcos da Lapa, cujas obras de reforma já começaram.

 

– Essa revitalização vai tratar do entorno dos nossos principais monumentos. Vamos ter aquele cuidado com a recuperação das pedras portuguesas no calçamento, a recuperação da iluminação pública nessas áreas que são áreas de fluxo de turistas e cariocas, a limpeza dos monumentos, a retirada de pichações. Enfim, é um cuidado com os detalhes do nosso centro histórico –, disse Osório.

 

Entre as regiões do centro histórico do Rio de Janeiro estão a zona portuária, que passa por um grande processo de revitalização, a Lapa, onde se concentram bares e casas noturnas, a Cinelândia e a Praça XV, onde se localizam vários prédios públicos antigos.

 

    

 

CONHEÇA FLORENÇA

 

 

A Friends in the World, uma das pioneiras em intercâmbio no Brasil, acaba de criar um programa voltado para quem quer conhecer a região de Florença, na Itália. O pacote, exclusivo para grupos de até 10 pessoas, inclui culinária, arte, religião e um curso básico de italiano, realizado pelas manhãs durante a semana.

 

Florença: 8 noites

A partir de 950 euros

Inícios: 13 e 27 de setembro de 2010

Atividades: aulas de italiano, culinária e vinhos, visitas a Piazzale Michelangelo, Uffizi Gallery, Basilica di Santa Croce, Accademia Gallery e às vilas e jardins da Toscana. Excursões a Pisa ou Lucca, Siena e San Gimignano, às terras de produção do vinho Chianti e à Cinque Terre na costa da Liguria.

 

Informações: (11) 3676-1637 / (11) 3586-8539 / (11) 3876-7086 /(11) 3262-2800

 

 

INAUGURADA NOVA ROTA PARA MARRAKECH

 

Em junho, Marrakech conhecida por  “Cidade Rosa”, devido às suas muralhas de tons ocre, ficará mais próxima dos passageiros da TAP. A companhia inicia a operação de três voos semanais para o principal destino turístico de Marrocos.

 

Marrakech é a segunda maior cidade deste país. Com quase mil anos de história, possui diversos monumentos Patrimônio da Humanidade e tem um clima agradável. A praça Djemaa el-Fna é o ícone desta grande metrópole. O visitante é surpreendido por uma mistura exótica de músicos, encantadores de serpentes, malabaristas, contadores de histórias, curandeiros e artesãos.

 

 A operação, em aviões Embraer de 49 lugares, realiza-se às terças, sextas e domingos, com partida de Lisboa às 17h15 e chegada às 18h55. No sentido inverso, os voos saem da cidade marroquina às 19h35 e pousam em Lisboa às 21h15.

 

Para marcar a abertura da nova rota a companhia lança uma campanha especial, com tarifas a partir de US$ 999 mais taxas.

 

 

AS PASSAGENS AÉREAS VÃO FICAR MAIS EM CONTA

       


A partir de 14 de julho, o número de voos internacionais do Brasil para a União Europeia deve aumentar. A informação é do ministro da Defesa, Nelson Jobim. Foi assinado uma declaração para firmar dois acordos com a União Europeia em dois meses.

 

O primeiro acordo prevê que as companhias aéreas dos participantes possam pedir rotas para o Brasil, a partir de aeroportos de países europeus vizinhos. Isso permitirá que qualquer empresa aérea europeia faça voos diretos para o Brasil.

 

– Hoje, 20 países da União Europeia não contam com ligação direta com o Brasil. O acordo aumenta a possibilidade de voos internacionais e a concorrência, com benefício direto para o passageiro e para as empresas – informou.

 

O segundo acordo prevê o reconhecimento mútuo dos certificados de aeronavegabilidade e segurança emitidos pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) na União Europeia e os emitidos pela European Aviation Safety Agency (Easa) – órgão regulador europeu no Brasil. Isso significa que uma aeronave fabricada e certificada no Brasil não precisará passar pelo mesmo processo de certificação na Europa como acontece hoje.

 

– Esse acordo impulsionará as exportações brasileiras, ou seja, facilita a vida de todos – concluiu.

 

FONTE: Por Redação, com ABr - do Rio de Janeiro

 

 

 

 

_________________________

Direitos autorais (Lei federal nº 9.610/98) - Quando da utilização de material  deste site, deve ser feita a seguinte referência: "extraído de www.idademaior.com.br"