vidaememoria
 

   

HORTAS URBANAS NOS TELHADOS

DE GRANDES CIDADES AMERICANAS

 

hortas-urbana

Maya em sua horta em São Francisco

 

O governo americano incentiva aqueles que quiserem criar hortas urbanas. São oferecidos subsídios a moradores de bairros em várias cidades para plantar em seus telhados.  Tony Tomelden de Washington faz bloody marys no seu bar Pug, com tomates e pimentões colhidos de sua horta no teto do bar. Maya Donelson cuida da horta no topo da Igreja Glide Memorial em São Francisco.

 

Os nova-iorquinos, por exemplo, recebem subsídios para plantar hortas no telhado de casas e apartamentos comerciais. A lei é do ano passado, mas já atingiu 10% da área construída na cidade. Com isso, já foi abatido um total de impostos de cerca de 100 mil dólares.

 

Fora isso, escolas e universidades também estão criando hortas nos telhados para usar os produtos nas suas lanchonetes.

 

Na região de Upper East Side de Nova York, uma escola está usando cerca de US$ 950.000 em financiamento municipal e quase meio milhão de dólares da associação de pais e mestres para fazer isso. Desta forma, mais de um terço de seu telhado será plantado com vegetais e ervas na próxima primavera para alimentar a lanchonete.


"As crianças gostam de plantar algo que podem comer", disse a diretora da escola Lauren Fontana.


Hortas elevadas estão tomando conta dos telhados americanos, são os chamados jardins verdes.  Alguns simplesmente gostam de cuidar destes jardins nas alturas, outros fazem isso em nome do meio-ambiente.

 

 

 

OS TELHADOS VERDES

 

 telhados-verdes

Rick Bayless planta tomates para o prato Rooftop Salsa, servido no Frontera Grill

 

 

Uma pesquisa da Green Roofs for Healthy Cities (Telhados Verdes para Cidades Saudáveis, em tradução livre), que representa companhias que criaram telhados verdes, descobriu que o número de projetos nos quais seus membros trabalharam nos Estados Unidos cresceu mais de 35% apenas no último ano. No total, os telhados verdes instalados no ano passado cobriram entre 500 e 900 mil metros quadrados, afirmou o grupo.

Steven Peck, seu presidente, disse que não sabe quantos dos projetos envolvem frutas e vegetais, mas que o interesse está crescendo. "Quando realizamos uma reunião sobre agricultura urbana não havia mais espaço para que todos se sentassem", ele conta. Peck disse que a associação irá formar um comitê sobre agricultura em telhados.


O telhado custa em média US$ 6 mil para ser preparado, de acordo com Lisa Goode, que juntamente com seu marido, Chris, é dona da Goode Green, uma companhia que cria hortas em telhados. Neste caso, há pelo menos mil sementes plantadas em 16 camas, cada uma com cerca de 18 metros de comprimento.

 

As hortas são uma forma de incentivar os donos a substituir o piche negro por suas plantas para diminuir os resíduos de tempestades, isolar melhor os prédios e contribuir com o menor aquecimento urbano.

FONTE: The New York Times

 

  

JARDINS SUSPENSOS

 

jardins-suspensos

 

Transformar o telhado de prédios ou casas em uma área verde pode amenizar os impactos da mudança climática e pode ser uma boa solução para grandes cidades, como Nova York, São Paulo e outras capitais do Brasil, cheias de arranha-céus e cimento. É essa a proposta dos chamados Green Roofs, ou, telhados verdes.

Entre outras vantagens, substituir o asfalto dos telhados por um jardim reduz o consumo de energia, diminui o barulho que vem das ruas, evita enchentes, embeleza a cidade e recupera um espaço hoje desperdiçado.

As áreas verdes absorvem gás carbônico e diminuem a temperatura dos prédios, principalmente pelo processo de evaporação de água nas folhas. As plantas absorvem 70% da água da chuva e, com isso, reduz em 30% a temperatura. Por isso, no verão, nem é preciso de ar condicionado.

Na Alemanha, 17% das casas já têm a cobertura respirando. Em Tóquio e na Cidade do México, onde verde é coisa rara, o governo dá incentivo fiscal para quem plantar no telhado.

Nos Estados Unidos e Canadá há cerca de 639 projetos como esse. O sucesso deste projeto é evidente. Nada melhor do que espaços verdes surgindo onde antes havia asfalto e cascalho.

Todos saem ganhando. A cidade, as pessoas e o meio ambiente.

Fonte: National Geographic / Planeta Sustentável / Cristiana Arcangeli

 

OFICINA HORTA EM CASA

 

Hoje em dia não há nada mais saudável do que ter uma horta em casa.

Ervas frescas proporcionam uma alimentação mais saborosa.

 

O agrônomo Marcelo Noronha, proprietário da empresa Minha Horta organiza oficinas em São Paulo para ensinar aquilo que ele sabe melhor do que ninguém: preparar uma horta em casa. Ele se especializou em cultivo de alimentos orgânicos e vem nos dar a oportunidade de aprender com ele como cultivar os nossos próprios temperos, ervas aromáticas, ervas medicinais e brotos. Não importa se você mora em apartamento ou casa, o Marcelo tem dicas ótimas que você vai poder aproveitar em qualquer lugar.

 

Ele é e o responsável pela horta do Hotel Fasano, nos Jardins, e do Restaurante Carlota, em Higienópolis. Já tendo trabalhado com agricultura tradicional em grandes fazendas, e teve site de informações  de agronegócios – até ter coragem de apostar nos orgânicos. Hoje 70% de seus clientes moram em apartamentos.

 

Mais informações: www.minhahorta.com.br

 

 

 

ARTE COM FRUTAS E LEGUMES

 

arte-com-frutas

arte-com-legumes

 

O escultor Roberto Takata apresentou-se na Feira Internacional de Frutas e Derivados, Tecnologia, Processamento e Logística – Fruit & Log, para apresentar sua arte em esculturas com frutas e legumes, introduzindo novos conceitos em decoração de mesas.

 

No evento -- que aconteceu de 8 a 10 de setembro, no Expo Center Norte, na capital paulista --, o artista mostrou toda sua inspiração, ao esculpir mamão, melancia, maçã, nabo e cenoura, dando formas a animais, flores e uma infinidade de arranjos para decoração de mesas dos mais variados tipos e tamanhos.

 

As esculturas em legumes e frutas se destacam pela riqueza de detalhes na sua construção. O resultado é um visual colorido e esculturas surpreendentes com cores e sabores que são um convite à decoração e degustação.

 

- A técnica milenar tailandesa de transformar alimentos em obras de arte vem sendo passada de geração a geração na Tailândia. As frutas e vegetais são esculpidas em diferentes formas, com o objetivo de dar beleza e atrair o paladar”, explica Takata. Segundo ele, com criatividade é possível dar forma a diferentes motivos de ornamentos de frutas e legumes, que podem decorar pratos, bandejas, mesas, tábuas de frios, festas, casamentos, aniversários e todo o tipo de eventos.

 

Sobre a feira

Inédita no País, a Feira Internacional de Frutas e Derivados, Tecnologia, Processamento e Logística – Fruit & Log foi concebida com a missão de atrair a atenção de produtores, processadores, exportadores, distribuidores e importadores de todas as partes do mundo.

 

NOVIDADES:

MEGA EVENTO NUTRIÇÃO 2009

 

10º Congresso Internacional de Nutrição, Longevidade e Qualidade de Vida
10º Congresso Internacional de Gastronomia e Nutrição
5º Fórum Nacional de Nutrição
4º Simpósio Internacional da American Dietetic Association (USA)
2º Simpósio Internacional da Nutrition Society (United Kingdom)
2º Simpósio Internacional do Le Cordon Bleu (França)

 

De 1° a 3 de outubro de 2009 no Centro de Convenções Frei Caneca São Paulo, capital.

 

 

CONCURSO DAS MELHORES RECEITAS

 

A linha RÁRIS® está realizando até 24 de outubro o concurso cultural “Saudável é fazer do seu jeito” (www.saudaveldoseujeito.com.br). As receitas passarão por uma comissão julgadora e as melhores receitas receberão prêmios incríveis, desde uma viagem internacional, além de eletrodomésticos e livros de receitas.

 

É muito fácil participar! Com a chamada de “Sabor a criatividade com 7 Grãos, 7 Cereais e 107 prêmios”, os consumidores são convidados a criar receitas e enviá-las através do site da promoção ou da Caixa Postal 5701- CEP 13090-970, Campinas/SP.

 

O primeiro lugar ganhará uma viagem a Paris, com direito a um acompanhante e sete dias de hospedagem, e os outros premiados receberão diversos eletrodomésticos como geladeiras, fogões, adegas para vinhos ou livro de receitas, de acordo com a classificação.

Os interessados podem saber mais sobre o concurso no site www.saudaveldoseujeito.com.br

 

 

_________________________

Direitos autorais (Lei federal nº 9.610/98) - Quando da utilização de material  deste site, deve ser feita a seguinte referência: "extraído de www.idademaior.com.br"