nutricao
 

        RESULATDOS DE TESTES EM PRODUTOS             home

GORDURA DEMAIS EM BISCOITOS RECHEGADOS

A PRO TESTE Associação de Consumidores analisou 18 biscoitos de chocolate com recheio de chocolate e constatou que algumas marcas abusam da quantidade de gorduras saturada e trans. Metade dos produtos tem excesso de gordura saturada e quatro têm muita gordura trans.

O consumo de gordura trans deve ser evitado, pois a ingestão excessiva pode aumentar os riscos de se ter doenças do coração.

 
Foram encontrados produtos com mais de 0,2 g  de gordura trans por porção (dois a três biscoitos) nas marcas Break’Up!, Carrefour, Gulosos e Mabel.  A avaliação constatou que estão livres de gordura trans as marcas: Amori, que foi considerada o melhor do teste; Bono, Cholícia, Passatempo, Piraquê e Trakinas.

Mas só o Amori entre eles, que não apresentou níveis regulares de gordura saturada. Dependendo da quantidade ingerida, a gordura saturada pode aumentar os níveis de colesterol no sangue. Apresentaram  também níveis regulares de saturada as marcas: www.plug@dos, Nescau, Tostines Recreio e Turmix.

Como não há legislação específica para biscoitos a PRO TESTE seguiu a norma técnica sobre produtos de cereais, amidos, farinha ou farelos, que é incompleta. Falta um regulamento técnico sobre classificação, processamento, características, lista de ingredientes permitidos, formas de conservação entre outros itens.
 
No Brasil não há limite legal para a gordura trans, por isso a  Associação cobra da Agência Nacional d e Vigilância Sanitária (Anvisa) a adoção dos limites da Europa para que os produtos tenham no máximo 2% de gordura trans.
 

Foram avaliados os biscoitos das marcas: Amori, Bono, Passatempo, www.plug@dos, Nescau, Tostines Recreio, Trakinas, Cholícia, Turmix, Piraquê, Duchen, Marilan, Extra, Visconti, Carrefour, Gulosos, Mabel e Break’Up!

CONSERVANTE E ADITIVO DEMAIS EM MOLHOS PARA SALADA

A PRO TESTE Associação de Consumidores testou dez molhos de salada à base de vinagre e seis à base de queijo, e constatou que nove não são muito saudáveis. Alguns têm um tipo de conservante que não deve ser consumido por crianças (benzoato de sódio), outros têm glutamato (um realçador de sabor).

Cinco deles foram classificados como ruins o Helmann’s e o Taeq à base de queijo; o Jurema, e Liza caseiro e o caseiro light, à base de vinagre.

O uso em excesso do sorbato de potássio como conservante foi o que prejudicou a avaliação do Hellmann’s Parmesão, Liza Caseiro tradicional e light, e Jurema Italian.

O Taeq Caesar Light apresentou teores de glutamato monossódico acima do permitido. Trata-se de um aditivo para intensificar o sabor, e na avaliação da PRO TESTE, é uma forma de enganar o consumidor, já que mascara o uso de ingredientes de baixa qualidade, ou de matérias-primas sem gosto. Há pesquisas apontando que grandes quantidades da substância podem desencadear intoxicação alimentar.

Mas ainda assim há boas opções no mercado para o consumidor.  Entre os produtos à base de queijo, o melhor do teste foi o Good Light Parmesan Dos produtos à base de vinagre, o melhor do teste foi o molho Uncle Bens Ervas Finas .

Maiores informações www.proteste.org.br



_________________________

Direitos autorais (Lei federal nº 9.610/98) - Quando da utilização de material  deste site, deve ser feita a seguinte referência: "extraído de www.idademaior.com.br"