nutricao
 

               QUANDO O GLÚTEN É PROIBIDO                    home

A Doença Celíaca é uma patologia auto imune que geralmente se manifesta na infância, entre o primeiro e terceiro ano de vida, podendo entretanto, surgir em qualquer idade, inclusive na adulta de todos os indivíduos geneticamente predispostos. Trata-se de uma intolerância permanente ao glúten e o tratamento consiste em uma dieta totalmente isenta dessa proteína, por toda a vida.

O celíaco não produz as enzimas para a digestão do glúten e este torna-se um agressor do intestino delgado, danificando as vilosidades e prejudicando a absorção dos nutrientes de modo geral.

O glúten é a principal proteína presente no Trigo, Aveia, Centeio, Cevada e no Malte (sub-produto da cevada), cereais amplamente utilizados na composição de alimentos, medicamentos, bebidas industrializadas, assim como cosméticos e outros produtos não ingeríveis. O glúten não desaparece quando os alimentos são assados ou cozidos, e por isto a dieta deve ser seguida à risca.

SINTOMAS:

Ainda pouco conhecida, seus sintomas podem se confundir com outros distúrbios.
CLÁSSICA: Caracteriza-se pela diarréia crônica, desnutrição com déficit do crescimento, anemia ferropriva não curável, emagrecimento e falta de apetite, distensão abdominal (barriga inchada), vômitos, dor abdominal, osteoporose, esterilidade, abortos de repetição, glúteos atrofiados, pernas e braços finos, apatia, desnutrição aguda que podem levar o paciente à morte na falta de diagnóstico e tratamento.

NÃO CLÁSSICA: Apresenta manifestações monossintomáticas, e as alterações gastrintestinais não chamam tanto a atenção. Pode ser por exemplo, anemia resistente a ferroterapia, irritabilidade, fadiga, baixo ganho de peso e estatura, prisão de ventre, constipação intestinal crônica, manchas e alteração do esmalte dental, esterilidade e osteoporose antes da menopausa.

ASSINTOMÁTICA: Há ainda, a doença na forma assintomática. São realizados nestes casos, exames (marcadores sorológicos) em familiares de primeiro grau do celíaco, que têm mais chances de apresentar a doença (10%). Se não tratada a doença, podem surgir complicações como o câncer do intestino, anemia, osteoporose, abortos de repetição e esterilidade.

DIAGNÓSTICO:
São realizados exames especializados para avaliar a absorção da D.XILOSE e dosagem de gordura nas fezes, assim como dosagem de anticorpos antigliadina,  antiendomíseo,  e  antitransglutaminase,  porém,    é absolutamente necessária a realização da Biopsia do Intestino Delgado (BID),  para estabelecer o diagnóstico da Doença Celíaca, a qual deve ser obtida, preferencialmente,  da  junção  duodeno-jejunal.   

 RECEITAS SEM GLÚTEN

PÃO DE FORMA
INGREDIENTES
20g de fermento biológico
1 xícara de chá de água
1 colher de sopa de açúcar
1 colher de sobremesa de sal
meia xícara de óleo
300g de mandioquinha cozida
2 ovos inteiros
400g de fécula de batata
Óleo para untar

MODO DE FAZER
Bater tudo no liquidificador, colocar em forma para pão de forma (deve ter pelo menos 10 cm) untada com óleo e deixar crescer por 40 minutos. Levar assar em forno médio

OBS: se quiser fazer essa receita com cenoura ou abóbora acrescente a original 250g de cenoura ou abóbora também cozida bem escorrida.

PANQUECA SEM GLÚTEN
INGREDIENTES
1 xícara e meia de leite de soja
1 pitada de sal
1 xícara de amido de milho
3 ovos

MODO DE FAZER
Bater todos os ingredientes no liquidificador. Deixar descansar por 15 minutos. Bater novamente e preparar em pequenas porções.
Recheie a seu gosto.

Sugestões de recheio: tofú amassado com espinafre refogado, tofu com tomate seco, berinjela, etc

BOLO DE MEL
INGREDIENTES
4 ovos
1 e 2/3 xícara de creme de arroz
meia xícara de amido de milho
2 colheres de sopa de açúcar mascavo
3 colheres de sopa de margarina
1 xícara de mel
1 colher de sopa rasa de fermento
1 pitada de noz moscada

MODO DE FAZER
Bata o mel, a margarina, os ovos, o açúcar. Adicione o restante dos ingredientes e bata bem. Asse em forno médio, pré aquecido, até dourar.

TORTA DE BATATAS
INGREDIENTES
1 Kg de batatas cozidas e amassadas
3 colheres de sopa de amido de milho
2 colheres de sopa de manteiga ou óleo vegetal
2 ovos
1 xícara de chá de água fervendo
1 colher de sopa de fermento em pó
4 colheres de sopa de farinha de arroz
1 xícara e meia de molho de tomate
500g de sardinha
Noz moscada, orégano e gergelim

 MODO DE FAZER
Misture bem as batatas com o amido de milho, os ovos, a manteiga e a farinha de arroz. Acrescente água quente para dar uniformidade a massa. Por último acrescente o fermento. Coloque a metade da massa em um refratário. Acomode as sardinhas e cubra com molho de tomates sobre a massa de batatas. Cubra com a outra metade da massa e leve ao forno por 30 minutos. Cubra com molho de tomates, polvilhe orégano e gergelim. Volte ao forno por mais alguns minutos.

OBS: Pode ser recheado com frango, carne, cogumelos ou legumes.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:  

site www.acelbra.org.br

Nutricionista : Daniela Bastos Pozada da clinica Deep Laser
                                   

_________________________

Direitos autorais (Lei federal nº 9.610/98) - Quando da utilização de material  deste site, deve ser feita a seguinte referência: "extraído de www.idademaior.com.br"