maiores
 

 

OS MAIORES

Aqui você vai ler assuntos de várias áreas voltados ao envelhecimento, ligados ao que está acontecendo ou ao que devemos estar atentos.
Falamos também dos idosos.
Descubra porque eles são os Maiores.

AS CONSEQUÊNCIAS DA LONGEVIDADE

MARIO ROBERTO DE FARIA

 

O aumento da expectativa de vida da população traz uma nova preocupação: as conseqüências jurídicas da longevidade. Isso porque as pessoas não preparam o seu patrimônio para este período da vida. O diagnóstico é do advogado Mario Roberto de Faria, especialista em Direito de Sucessões do escritório Bastos-Tigre.

 

Ele explica que, de um modo geral, o planejamento sucessório é utilizado apenas como uma ferramenta para resguardar o patrimônio construído pelo cidadão após a sua morte. No entanto, Faria aponta que desde o período em que a pessoa pára de trabalhar e produzir até a sua morte há um longo caminho a ser desfrutado da melhor maneira possível, com qualidade de vida. Para evitar riscos ao patrimônio financeiro conquistado ao longo dos anos, é melhor estabelecer como o mesmo será administrado em casos de doença.

 

Segundo o IBGE, atualmente, existe um idoso em cada 10 brasileiros. Em 2050, a proporção deve ser de um para cada cinco, sendo a expectativa média de vida entre 86 e 104 anos. Embora não seja a causa, o avanço da idade deixa as pessoas mais suscetíveis a doenças como o Mal de Alzheimer e a demência senil.

 

Entre as medidas possíveis estão interdição, abertura de conta conjunta com o idoso, outorga de uma procuração com poderes amplos aos filhos, curatela restrita a atos patrimoniais. A escolha da melhor ferramenta varia de acordo com o tamanho do patrimônio e do perfil do idoso e sua família.

 

Dentre estas opções a que causa maior estranheza e desconfiança é a interdição. O advogado desmistifica o preconceito. “A interdição, na verdade, é um ato de proteção à pessoa e, principalmente, a seu patrimônio que precisa ser resguardado e administrado com extremo cuidado”, afirma. Faria aponta que o mecanismo vem sendo cada vez mais utilizado. Nos últimos seis meses, dos nove pedidos de interdição que o escritório cuidou, seis se tratavam de idosos.

 

A longevidade traz consigo impactos jurídicos, legais e financeiros nos quais as pessoas devem estar atentas.  A pessoa mais indicada para cuidar do idoso não necessariamente será a que fará melhor a administração dos seus bens. Fica o alerta.

 

CINCO PASSOS PARA UMA
LONGEVIDADE SAUDÁVEL

 

Pesquisa feita na área da medicina preventiva, apresenta os 5 degraus que devem ser seguidos por quem quer atingir uma vida longa e saudável.

 

Segundo indicam alguns estudos, a genética familiar contribui em cerca de 20% no estado de saúde das pessoas, sendo que outros 20% são formados pelo meio ambiente e 10% pela assistência médica. Os 50% a 53% restantes são a parte afetada pelo estilo de vida, porcentagem significativa que só depende da consciência de cada um. Para que estes 50% estejam a seu favor e de sua saúde, o Kurotel revela que simples atos que fazem toda a diferença.

 

Na base da pirâmide da Longevidade Kur está o equilíbrio emocional, constituído por pensamentos e atitudes positivas. A maneira de pensar não melhora apenas a percepção da vida, mas também o quanto se vive. Pesquisadores americanos comprovaram que pessoas otimistas têm reduzidos pela metade os riscos de morte prematura em comparação a pessoas que tendem a ser mais pessimistas. Outros fatores importantes para equilibrar a área emocional são o controle do estresse, um bom sono e a harmonia no convívio social e familiar.

 

Em segundo lugar vem a opção de não fumar e não usar drogas. O fumo é a principal causa de morte evitável e mata mais que AIDS, acidentes, drogas, suicídios e homicídios juntos. Um quadro nada animador também para os dependentes de álcool e outros tipos de drogas.

 

No terceiro degrau estão os exercícios físicos que além de ajudar a manter o peso, melhora a saúde vascular, fortalece os ossos, assistindo na proteção contra o estresse e inúmeras doenças. Pessoas ativas têm maior liberação se serotonina, dopamina e endorfina , o que proporciona uma sensação de bem-estar, contribuindo para a redução do estresse e promovendo melhor qualidade de vida.

 

Logo a seguir, no quarto degrau, está a alimentação saudável e equilibrada, que deve ser rica em carboidratos complexos, fibras e “gorduras do bem”, como o Ômega 3 e restrita em sal, açúcar refinado e gorduras ruins como as trans e saturadas. Frutas, verduras, grãos, cereais, alimentos integrais e peixes atuam diretamente na longevidade, reduzindo doenças cardiovasculares, metabólicas e neoplásticas. Outro cuidado que deve ser tomado é a alimentação fracionada, ou seja, sem longos períodos de jejum e feita de uma maneira consciente e tranqüila, mastigando bem os alimentos.

 

E no topo da pirâmide está o balanceamento dos microelementos, de fundamental importância para que as células tenham substratos necessários para proceder suas funções de defesa. A carência de vitaminas pode ser responsável pelo desenvolvimento de inúmeras doenças.

Seguindo estes passos, certamente você estará no caminho de uma vida saudável. Nosso corpo e nossa mente são o resultado daquilo que comemos, de quanto e como nos exercitamos, do ambiente com o qual estamos em contato e, finalmente, daquilo que pensamos.

 

Dicas do KUROTEL – CENTRO DE LONGEVIDADE DE SPA


_______________________

Direitos autorais (Lei federal nº 9.610/98) - Quando da utilização de material  deste site, deve ser feita a seguinte referência: "extraído de www.idademaior.com.br"