vidaememoria
 

 

"MEU CARO AMIGO EU NÃO PRETENDO PROVOCAR/ NEM ATIÇAR SUAS SAUDADES/MAS ACONTECE QUE NÃO POSSO ME FURTAR/ A LHE CONTAR AS NOVIDADES/ AQUI NA TERRA 'TÃO JOGANDO FUTEBOL/ TEM MUITO SAMBA, MUITO CHORO E ROCK'N' ROLL/ UNS DIAS CHOVE, NOUTROS DIAS BATE SOL/ MAS O QUE EU QUERO É LHE DIZER QUE A COISA AQUI TÁ PRETA"

 

 Parte da música de Chico Buarque Meu caro amigo feita para Boal

 

 

Boal

O FUNDADOR DO TEATRO DOS OPRIMIDOS PARTIU

 

Morreu o criador do Teatro do Oprimido, Augusto Boal, no último dia 2 de maio, aos 78 anos. Ele é comparado a grandes teatrólogos como o alemão Bertolt Brecht e o húngaro George Tabori.

 

Embaixador da UNESCO para o teatro e nomeado em 2008 para o Prémio Nobel da Paz, Boal tinha uma leucemia e morreu de insuficiência respiratória. Um violinista executou "Meu Caro Amigo'' e o ator Celso Frateschi leu um trecho do musical "Arena Conta Zumbi'' na despedida ao dramaturgo, no cemitério São Francisco Xavier (zona portuária do Rio).

 Seu corpo foi cremado após a cerimônia em sua homenagem, da qual participaram em torno de 200 pessoas.

 

"Todos os seres humanos são atores - porque atuam - e espectadores - porque observam. Somos todos espect-atores", afirmava. E este conceito ajuda as pessoas a inserirem-se na sociedade, acreditava. E é nesta promoção da igualdade entre os homens, que Boal "deixa uma marca que jamais será esquecida".

 

Augusto Boal, contribuiu também para a renovação do teatro português e, sobretudo, para a formação pessoal e profissional de muitos atores e encenadores portugueses. Igualmente, colaborou na reforma da Escola Superior de Teatro do Conservatório Nacional de Lisboa, e em várias companhias de teatro, entre elas, a Barraca.

 

Antes de falecer, Augusto Boal terminou seu livro: A estética do Oprimido, que levou três anos para escrever e que deverá ser lançado ainda este ano, pela Editora Garamond.


BIOGRAFIA

Augusto Boal nasceu no Rio de Janeiro em Março de 1931, filho de pai português. Formou-se em Química pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e na década de 1950, enquanto realizava estudos de doutoramento em Engenharia Química, na Universidade de Columbia, em Nova Iorque, estudou também dramaturgia na School of Dramatics Arts com John Gassner, professor de Tennessee Williams e de Arthur Miller.

Foi no Teatro de Arena de São Paulo que criou o Teatro do Oprimido, que lhe deu reconhecimento internacional por aliar arte dramática e ação social.

 

Foi preso e durante a ditadura militar (de 1964 e 1985) esteve exilado em vários países e também em Portugal. Nos anos 70, trabalhou durante dois anos com A Barraca, onde assinou a peça Barraca Conta Tiradentes (1977) e escreveu com Chico Buarque Mulheres de Atenas, uma adaptação de Lisístrata, de Aristófanes.


Quando estava no exílio, em Portugal, Chico Buarque dedicou-lhe a canção-carta Meu Caro Amigo ( 1976).

 

_________________________

Direitos autorais (Lei federal nº 9.610/98) - Quando da utilização de material  deste site, deve ser feita a seguinte referência: "extraído de www.idademaior.com.br"